Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário Jurídico

Espelhar o dia a dia de um escritório de advogados com as alterações legislativas, a evolução da jurisprudência, as publicações jurídicas e os desabafos de um dia de trabalho.

Diário Jurídico

Espelhar o dia a dia de um escritório de advogados com as alterações legislativas, a evolução da jurisprudência, as publicações jurídicas e os desabafos de um dia de trabalho.

11.Jan.12

Dividas à Segurança Social - Prescrição diferenças

No que respeita a dividas à Segurança Social e sua prescrição é necessária a distinção entre:

 

Dividas por força de recebimento indevido de prestações sociais:

Prazo de prescrição é de 10 anos cfr. art.º 13.º do D.L 133/88 de 20.4

Contado a partir da interpelação e interrompido por qualquer diligencia administrativa que vise a cobrança

 

Decreto-Lei n.º 133/88. D.R. n.º 92, Série I de 1988-04-20

Ministério do Emprego e da Segurança Social

Responsabilidade emergente do pagamento indevido de prestações de segurança social

 

Dividas por força de falta de pagamento de quotizações e contribuições:

Prazo de prescrição é de 5 anos cfr. art.º 60.º da Lei 4/2007 de 16.01

Contado a partir da data em que existe obrifgação de pagamento e interrompido por força de diligência administrativa que vise a cobrança

 

Lei n.º 4/2007. D.R. n.º 11, Série I de 2007-01-16

Assembleia da República

Aprova as bases gerais do sistema de segurança social

4 comentários

  • Exma. Sra.
    A questão que aparesenta deverá ser alvo de aconselhamento juridico em concreto em consulta juridica por advogado.
    Em abstracto existindo prescrição de dívida terá a mesma que ser invocada formalmente e requerida nova certidão desta feita sem a alegada dívida.
    Cumprimentos

  • Sem imagem de perfil

    Maria Silva 07.07.2012

    Boa tarde Sr. Paulo Alexandre
    Quero desde já agradecer a gentileza da sua pronta resposta. Tenho mais dúvidas acerca deste assunto que gostaria que me esclarecesse, contudo de cariz mais privado. Pergunto-lhe se será possível contactar-me para o meu e-mail para que eu lhe possa fornecer os dados referentes às minhas questões?
    Respeitosos cumprimentos
    Maria Silva
  • Exma. Sra. caso pretenda algum esclarecimento enquadrado no âmbito de consulta jurídica, tem a seu dispôr os contactos constantes do canto superior direito do blog.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.